quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Entrelinhas



Ao dizer que te amo
Digo que minha vida não seria nada
Se você não fosse parte dela...

Ao dizer que te amo
Digo que não existe  melhor momento
que aquele em que damos gargalhadas juntos...

Ao dizer que te amo
Digo que nada substitui a sua palavra,
o conforto e segurança de lhe ouvir...

Ao dizer que te amo
Grito o seu nome, minha saudade
e a vontade de te ter aqui...
comigo...

Ao gritar que te amo
Explode o sentimento mais bonito,
Um sentimento tão forte e tão claro que
chega a se exibir em cores infinitas...

Ao dizer que te amo
Digo que preciso de você
Mesmo que para uma bronca ou uma historinha engraçada
Mesmo que para uma piada mal contada que só a gente ri;
ou nem ri...

Ao dizer que te amo
Não apenas digo, mas desenho,
rabisco e canto...

Ao dizer que te amo
Não digo apenas que te amo
Te dou a promessa de uma amor eterno
incondicional e pra onde sempre poderá correr
e se aconchegar...

Ao dizer que te amo
Não digo nada além da certeza de
que te amo...
Aqui, ali, agora e olhaa...

Ao dizer que te amo
Digo a minha maior verdade
te amo...

terça-feira, 4 de novembro de 2014

O Laço e o Sonho


"Sonhar é acordar-se para dentro."
(Mário Quintana)


Tinham tecidos, e uma luz fraca vindo de algum lugar, era luz suficiente para ver todo contorno do seu corpo. O suficiente para ver o brilho dos seus olhos. Aquele brilho, me encheu tanto que era como se nada no mundo fosse mais importante, como se toda a luz viesse dele.

Sorriu. Pegou minhas mãos que claro estavam tremulas, não é todo dia que se recebe o amor da sua vida.E então veio aquela voz, baixinha, quase um sussurro:
-Calma, eu to aqui...
Como assim calma? Era justamente isso que me deixava naquele estado, ele estava ali. Ali comigo!
Ele brincou com as minhas mãos e comentou o quanto eram pequenas
-Eu sou toda pequena.- Disse.
-Você é mesmo, minha pekenininha.
A tentativa de me acalmar estava dando certo, e eu não conseguia pensar em nada, o mundo não era nada, porque ele estava ali. Comigo. Era só nele, no cheiro dele, no corpo dele, no jeito dele que eu pensava.
Pra minha surpresa demorou um pouco até o beijo acontecer, cheguei a pensar que talvez ele nem quisesse. Mas não, o beijo veio, seguido de um puxão ainda mais pra perto, de maneira que fiquei meio torta. Ele é muito maior, e muito mais forte, quase sumi naquele abraço. E que abraço. O melhor abraço.Talvez ele não soubesse, talvez ainda não saiba, o quanto me sinto forte com ele por perto, o quanto ele me da segurança. É como se não precisasse de mais nada, de mais ninguém.... só ele.

Naquele momento eu estava plena, ele desceu com as mãos na minhas costas, me apertou mais junto dele, e com todo o cuidado foi desamarrando o laço que prendia o vestido. Eu estava vermelha, envergonhada, e se eu não fosse tudo aquilo que ele sonhava? Era uma agonia, um nervoso, e um tesão absurdos. O vestido caiu no momento em que abri os olhos e vi o ventilador rodando no teto. Acordei no melhor do sonho... 


Obs.: Texto do projeto "Ali", para ver os demais textos e/ou continuação do diário/historia clique aqui!

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Eu vi


"Aqueles que se amam e são separados podem viver sua dor, mas isso não é desespero: eles sabem que o amor existe."
(Albert Camus)


Entrei e o vi. Nossa parece que já faz décadas, mas só tem 1 ano. É bem difícil entender o que deu certo e errado no nosso conhecer, porém pra que procurar respostas? A vida sempre me pareceu simples, mas nunca me enganou com relação a ser misteriosa.

Sempre a tratei como um ser de vida própria e pensa que loucura isso: A Vida viva! Mas a verdade é que sempre notei uma pré disposição em ajudar ou prejudicar determinadas pessoas em determinadas situações. Algumas pessoas culpam o cosmos, outras Deus, outras a falta de sorte. Eu não culpo ninguém, nem mesmo a tão linda e as vezes tão chata vida. Só acho que ela vive e pronto. E quanto aos seus mistérios prefiro nem tentar descobrir.

Voltando ao Henrique (já disse que não gosto desse nome?). Ele estava lindo, com aquele sorriso irritantemente apaixonante, conversando calorosamente com ela. Não sei se notaram que estou irritadíssima, mas estou. Ela é mais bonita, talvez seja mais inteligente e mais legal também. Mas eu só consigo ver o quanto ela usa de joguinhos idiotas para conquista-lo. Mas talvez ela pense o mesmo de mim, se é que de alguma forma ela saiba quem sou.

Eu não esperava, de forma alguma, em momento algum, que aquilo iria mexer tanto com dores e saudades que achei que nem sentia mais. Mas era ele, ali, com as mãos sobre a mão dela, sorrindo pra ela e com ela. Claro que não iria ficar pra assistir o beijo. Não precisava sentir a dor de vê-lo ainda mais junto dela. Então sem que ele me visse, sem que um encontro feito pelo acaso (se é que o acaso é um acaso) pudesse prejudicar de alguma forma a sua felicidade, eu me virei e saí.

Ao pensar no amor e nessa dor bonita que sinto, e essa dor causada pelo ciume que senti, que sinto, nada poderia estragar a alegria de poder vê-lo feliz.


Obs.: Texto do projeto "Ali", para ver os demais textos e/ou continuação do diário/historia clique aqui!

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Tia Lili

Depois de muito tempo, passei de novo pela dor da perda. Ta certo, perdi algumas pessoas nesse meio tempo, porém uma que causasse um tombo como esse faziam 14 anos. Uma pessoa que não era perfeita, mas que tinha um amor incondicional pelos seus, e pelo mundo. Hoje eu sinto a dor da perda, depois virá a saudade... Eu só tenho a agradecer o tempo que tive para conviver com ela, e me sinto bem, mesmo triste, em saber que estaremos juntas de novo. Todos nós! E aqui deixo a minha homenagem...

terça-feira, 2 de setembro de 2014

28 DE NOVEMBRO DE 2012

"Quando acho que tudo pode dar certo o certo me engana. Quando penso que posso tudo descubro que nada posso...

Poque tem que ser assim? 

Eu amo, amo tanto meu amor que este explode o meu peito, amo e já não quis amar, já desejei que meu amor morresse. Tentei, rezei, pedi e ninguém intercedeu mais que aumentar esse amor. Porque quanto maior o tempo maior a saudade, e quanto maior a saudade maior o amor. Te quero, mas não o terei, porém espero que quem te tenha venha a por em teu rosto sorriso maior do que lhe dei. Que em seu coração coloque amor maior que o meu. Que acalante sua vida, muito mais que acalantei. Que você se sinta amado, protegido, cuidado. 

Pois quando acho que tudo pode dar certo o certo me engana, e quando penso que posso tudo descubro que nada posso, além de esperar, vigiar e te amar de longe."

O que te faz feliz?

O que te faz feliz?
quando ouvi essa pergunta essa manhã foi você o que veio a cabeça
e depois me veio um porém.
E foi nesse porém que respondi "Eu não sei"
E da desconhecida ouvi
"Não tem problema dizer o nome dele"
É a minha cara, meu jeito
deve ta na minha testa, no meu globo ocular
Porque até quem nunca me viu
Te vê ao me olhar

O que me faz feliz também é quem me machuca
Quem me cutuca também é quem me acalanta
é a alma e o choro
É a espera e o esporro
Opostos na maneira de ser
que joga na cara sentimentos impostos
pelo que?

É a vida, é o tempo, é o agora
Porém
É a alegria, é o carinho, é o... Sempre!
Olhaa...

terça-feira, 12 de agosto de 2014

A Primeira Letra

Não me lembro mais qual foi nosso começo. Sei que não começamos pelo começo. Já era amor antes de ser.
Clarice Lispector


Dizem que pra começar uma historia deve-se apresentar a que veio o personagem. O que o personagem gosta, o que o personagem quer. O inicio da historia deve ser uma prévia do que se pode esperar dela.

Bem, essa é a minha história e sinceramente não quero dar uma prévia de mim mesma. Não quero e não vou! Quanto ao que vocês podem esperar dela (da história), eu não sei, eu não espero grande coisa. Espero apenas começa-la. Agora.

Meu nome é um mistério, mas ele se chama Henrique. Nunca gostei muito desse nome, na verdade não é um desgosto pelo nome, é só uma falta de gostar mesmo. Henrique não combina muito com ele, talvez devesse ser composto, eu gosto de nomes compostos, porque eles são radicalmente dois, e não sei se é porque tenho apenas um pequeno nome, mas acho um máximo ter a oportunidade de se apresentar de 3 maneiras distintas usando seu nome próprio e eu com um, não posso. E pra piorar nem apelido tenho, quer dizer tinha, até ele aparecer no som da voz dele. 

Conhecer uma pessoa da maneira mais extraordinária do mundo e mesmo assim não a conhecer pode ser ainda mais extraordinário, e foi assim que o conheci. Ali. Foi assim, ver, pensar e falar coisas completamente diferentes. O vi, normal a meu ver, com belos olhos, mas nada demais, pensei "ele não me é estranho" e falei "lindos olhos" e guardei o resto da frase pra depois da resposta dele! Naquele momento, não pensei que ele seria o responsável por toda a mudança que aconteceria em mim.

Lógico que a resposta veio e com ela uma negociação maravilhosa sobre, filhos e olhos, sorrisos e bochechas, narizes e datas pré definidas de ter ela ou ele, ou os dois. Com os olhos dele, o meu nariz, o sorriso dele, as minhas bochechas. As nossas gargalhadas, e nosso senso de humor. Não acho comum conhecer pessoas já decidindo como serão nossos filhos, mas uma conversa despretensiosa é o que faz ser mais divertida e leve. Óbvio que não percebemos nada do que iriamos ser depois daquele momento. E não fomos nada além de nada durante alguns meses. Até que um dia, nos encontramos de novo.  


Obs.: Primeiro texto do projeto "Ali", para ver os demais textos e/ou continuação do diário/historia clique aqui!

sábado, 26 de abril de 2014

Melhor Parte de Mim


Você é a minha metade
ou o oposto encaixado nela
Você é o meu complemento
meu porto, meu desentendimento

Você é o que as vezes não quero
E quem quero até o fim da vida
Você é o escolhido,
meu amado, meu abrigo
Você é minha contradição, meu ruído.
Meu pedaço de alma
minha calma, minha cura
Você é o único de mim
O único pra mim
é minha lagosta, meu pinguim.

É sim, a melhor parte de mim.









ps.: Li que alguns animais só tem um amor durante a vida, entre esses estão lagostas e peguins... 

domingo, 23 de março de 2014

Templo de si [conselhos]



Se posso me aconselhar digo:
Ame.
ame sem esperar que te amem de volta, sem esperar que as pessoas notem isso
só ame.
E não minta,
a mentira dói muito mais que a verdade,
não minta nunca.
Não segure o choro
não esconda suas lágrimas porque de nada vale se afogar com elas
Sorria
o segredo mesmo é achar graça na vida
até no choro,
na morte, em tudo.
devemos sorrir mais que chorar.
Espere.
nada é um ponto, nada é eterno, nada é tão urgente que você não possa sentar e amarrar os sapatos.
Não espere nada de ninguém
porque assim tudo de bom que vier vai ser uma surpresa
e se não vier nada pelo menos você ainda estará sorrindo.
e se vier algo ruim lembre-se:
Você ainda tem o sol, a lua, e dentes! Então sorria!
Nunca quebre uma promessa
principalmente se ela é feita para você mesmo.
você pode não ter nada, mas se tiver sua palavra, é uma pessoa rica.
Sonhe
mas lembre-se de sonhar sozinho
Se encontrar alguém que tenha sonhos iguais aos seus
por favor, não lute contra ele
essa pessoa pode ser a salvação da sua vida.
Perdoe
sem perdão de nada vale os conselhos anteriores.
Não se esqueça de admirar a lua, não deixe de olha-la nunca
e isso também vale pra tudo que tem de bonito no mundo
Observe seus olhos.
seus olhos são menos frios que suas palavras.
E o mais importante
Seja você o que você é.
quem te ama, te ama assim e ponto.



quarta-feira, 12 de março de 2014

Só queria conseguir me calar pra sempre!

Calar minhas palavras, ocultar pra sempre meus sentimentos...

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

O Meu Mundo #02


As vezes fico achando que minha vida de repente parou, acho que é porque estou em uma rotina chata, onde faço a mesma coisa todos os dias e praticamente sem nenhuma companhia. É meio chato ler as mesmas noticias e ver as mesmas noticias no jornal todo dia. Aí dar uma espiada nas redes sociais e ver polêmicas tão sem sentido como pular de uma torre achando que vai voar. É idiota, me irrita muitas vezes, e outras me deixa bem, sei lá, as vezes acho que no fim de tudo quem ta perdendo tempo são eles, que se preocupam com um monte de merda. Mas enfim, voltemos a minha falta do que fazer. Assim, tenho estudado, estudado bastante sabe? E até que ta legal assim, mas me falta as coisas divertidas, as novidades de uma rotina cheia de gente e fofocas extraordinárias que meo, ninguém quer saber. Mas sabe apesar de também não me interessar isso mostra o quanto a falta de interação com os seres humanos pode deixar o seu dia mais longo.

Decidi que vou passar em um concurso ou conseguir um emprego que seja muito legal, e vou, sei que vou, mas pra isso tem que correr atrás, estudar, se dedicar e tenho me esforçado pra chegar lá. Mas ainda sinto um vazio, talvez provocado pela falta de barulho, as vezes provocado pelo meu excesso de pensamentos , sei lá! É como se eu acordasse todo dia com a certeza de que o meu dia vai ser FODA, e no fim ele só foi igual a ontem. Se não fosse pelo meu calendário eu nem saberia que dia é hoje, e já até me peguei perguntando algumas vezes "que dia é hoje?'. Parece triste, mas nem é... É só uma rotina meio parada! Onde eu fico esperando as coisas acontecerem enquanto corro atrás de mais conhecimento! 

sábado, 18 de janeiro de 2014

O Meu Mundo #01

Que seja leve...
Então que o ano NOVO começou! Ta certo que pra mim bem ta parecendo uma continuação do fim do ano, mas enfim, é NOVO. Pensando em quantas coisas me aconteceram no ano passado eu percebo hoje que minhas escolhas foram muito fracas. Eu deveria ter mudado minha postura e maneira de ver o mundo, mas sei la, fiquei enrolando. Mas uma hora cai a ficha e normalmente isso acontece depois de uma porrada da vida. Ano passado abandonei situações que não me cabiam e me coloquei a frente de minha própria existência. É difícil abrir mão de coisas que estamos apegados, mesmo que isso seja só um pouco de refrigerante ou sorvete de flocos. Deixei ir e deixei vir. E estou muito feliz agora com rumo que naturalmente tudo foi tomando.

Perdi meu emprego, estudei mais, fiz mais amigos e notei o quanto é patética as redes sociais, e sabe de uma coisa? As uso mais agora, posto coisas aleatórias, compartilho coisas sem nem ligar se tem alguém vendo, curtindo ou comentando. Abri o livro da minha vida por completo, onde qualquer um pode ver (dentro de um limite seguro) tudo que se passa ali dentro. Conquistei sem querer. Fui conquistada. Tem coisa melhor no mundo que ser conquistada? Não né? E agora é isso! Começando um ano com um olhar novo, com planos totalmente novos, com uma vontade inacreditável de rir da vida, de rir de qualquer coisa da vida, de deixar que a vida me leve sem deixar pra lá nada que realmente seja grande e forte no meu coração. Nunca fui triste de fato, e nem feliz por completo, mas eu sou o que quero ser, o que desejo ser, mesmo que uma metamorfose ambulante como já me chamaram a uns poucos anos. Sou transformadora de mim e gosto disso, gosto de poder ser quem eu sou, sem julgamento, sem placas e sem comparações estúpidas e desnecessárias. To feliz agora. E vou estar feliz amanhã e pra sempre. Porque como já disse antes, podem tentar, mas meu sorriso ninguém apaga!