sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Séries que me deixaram...

Então que a temporada de algumas séries estão de volta nesse mês e eu já estou me organizando para ver TODAS! Eu amo séries a muitos e muitos anos e a lista delas vai crescendo e crescendo gradativamente, porém umas vão acabando e dando lugar a outras. Então hoje vou chorar as séries que não estão mais no ar e que eu curtia muito.

Weeds
AMO DEMAIS!

Ta bom, já sei que vai ter um bando de gente pensando assim: "humm maconheira!"... Nem to ligando! Amo essa série pela simplicidade em que ela conta os fatos surreais da vida dessa traficante lindíssima! O que mais amo nessa série é a construção dos personagens! Na 1ª temporada os filhos dela ainda estão novinhos, um deles ainda é uma criança e cresce nesse meio louco do "trafico de drogas". No que ele (Shane) se transforma no fim da série não é exatamente o que a gente deseja, chega a ser triste! Porém é fantástico ver as loucuras cometidas por esse personagem no decorrer das temporadas! Amo a relação que a Nancy tem com o Andy que era cunhado dela. É muito amor e ódio! Adoro o Silas filho mais velho dela (Nancy), ele começa como um completo idiota e no fim se mostra pura inteligencia. O cara saca das coisas no fim das contas. Gostei muito do final que deram pra ele. Foi o final que ele sempre quis... O Doug continua um doente psicótico, mas que a gente ama! Termina do jeito certo, picaretando! Gostei sim do final da Nancy, ela termina mesmo. Já o Andy ele conseguiu o que no fundo sempre quis... Amei a série em todos os momentos e amo muito a abertura, cada episodio com uma versão diferente da mesma música! Gostei de tudo, tudo e tudo nessa série! Ah! Mais uma coisa: O que foi o guri que tentou matar ela, trabalhando como braço direito dela hein?!?! Muito doido isso! Vou sentir falta e espero poder ver séries tão boas quanto essa em breve!
8 temporadas e nenhum episódio chato! NENHUM!


Brothers and Sisters
Sempre ficava com vontade de beber vinho!

Eu não sou fã de séries dramáticas, meio novelas e tal... Mas eu amei essa! Ela não terminou, foi cancelada! Fiquei arrasada e não acreditando durante um mês que a série tinha simplesmente acabado! Amava todos os maridos da série! Amei o Joe (ex marido da Sarah) e amei o Luc (atual marido gataço da Sarah)! Lembro que quando via a série só pensava "humm Luc"! E sim me apaixonei pelo Scott (marido do Kevin), ele era o cara mais encantador do mundo!!! Chorei com ele tantas e tantas vezes... Ele queria tanto ser pai e eu quero tanto ser mãe que acho que me reconheci nele! Com certeza ele foi o meu preferido! Não posso parar de pensar em como a historia seria se a série tivesse continuado! Amei o Senador McCalister (marido da Kate), ele era forte e amava ela feito louco! Chorei tanto no nascimento do filho deles, a culpa, claro, foi da trilha sonora! Amo a trilha sonora da série! Ela vale pela série inteira! A Nora (mãe de todos) é a mais FODONA do mundo, ela é como todas as mães, linda, e preocupadissima com a vida dos filhos... Amava a Rebecca e o Justim, uma pena não terem continuado juntos... Amava o Tommy e a Sarah e essa briga constante que eles tinham pra ser o melhor dos melhores! Enfim adorei tudo! E queria mais... Lamento ter sido cancelada!!!

Lost
4, 8, 15, 16, 23 e 42

Todo mundo que viu Lost amou a série! Eu não sou diferente, é um tipo de série que prende você no sofá! Porém quero falar do ódio! Eu odiava o Jack e odeio até hoje! Ele foi um babaca durante a série inteira. A cada episódio que passava eu dizia "Porque ele sempre sobrevive???", mas o que posso fazer né? Ele só morre no último minuto... :/ EU ESPEREI ESSE MOMENTO DURANTE 6 TEMPORADAS! Agora falando de amor, eu amava TODOS os vilões! Quanto aos mocinhos eu posso dizer que ninguém supera o Desmond, e o Saywer! Ah!Não posso esquecer do Charlie! Eu amava o Charlie! O Hurley também era fofo!!! Enfim amei geral menos o Jack (precisava morrer antes)... Mas a série era a trilha sonora, gente dava medo aquela música!

Agora uma pequena lista das séries que eu vejo:

- True Blood (muito boa, mas a última temporada foi mto chata! Personagem que amo: Erick. Personagens que odeio: Sookie e Bill)
- New Girl (engraçadinha, gosto muito. Amo todos os personagens até o momento)
- The Big Bang Theory (A melhor dentre todas as séries de comédia.Todo ser humano deveria ver esta série)
- The Vampire Diares (Idiota, mas legalzinha. Personagem que amo: Damon. Personagem que odeio: Elena)
- Supernatural (Comecei achando chata, passei a amar, voltou a ser chata.Mas ainda acredito nela. Amo todos os personagens.)
- Once Upon a Time (Gostei demais porque é sobre conto de fadas. Amo a Rainha má e odeio a filha da Branca de Neve)
- Californication (Muito louca. Só tenho isso a dizer)
- Cold Case (já acabou, mas eu ainda to vendo. Legalzinha!)
- Dexter (FODONA! Essa série é boa desde o primeiro minuto. Indico demais)
- Game of  Thrones (Muito muito muito boaaaa. Amo todos, principalmente os vilões)

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

13 Coisas Sobre Mim

Eu amo listas! E como esse é um blog pessoal e intransferível, e como aqui eu posso falar o que eu quiser, vim fazer uma lista! Sei que as pessoas que vem aqui nesse blog o que esperam é ler sobre mim mesmo, então hoje a lista é minha! haha... 
Não sei porque deu a louca de fazer essa lista, masss resolvi fazer! A Sarah mas porque 13 coisas e não 10 ou 12? Porque eu sou meio Zagalo e gosto de 13. Simples Assim... 
Então lá vai: 

13 coisas sobre mim:

1. Amo sorvete.


2. Eu amo experimentar comidas novas.
Comida Tailandesa - Nunca comi... :/
3. Amo cozinhar e sonho em ter uma cozinha enorme.

4. Gasto muitas horas escrevendo.
Comecei desse tamaninho mesmo!
5. Falo muita merda quando fico com raiva. (Viro um monstro.)
Perco o controle mesmo! Só falta ficar verde! 
6. Amo mudar.

7. Não acho que minhas opniões devem ser definitivas.

8. Eu sou extremamente apegada a cheiros.

9. Sempe vejo o melhor das pessoas (sim, sou burra). 
Um pouquinho de Madre Teresa ou Burra mesmo!
10. Quando desculpo alguém, tento não voltar ao assunto e esqueço a falta cometida.
Ta de boa! :)
11. Quando sou amiga, sou amiga de verdade, pau pra toda obra mesmo.

12. Não sou gananciosa, mas quero ser "rica".
Mesmo que seja de amor!! hahahahaha

13. Sou pobre. Mas corro muito atras, trabalho e estudo muito! 




terça-feira, 25 de setembro de 2012

Viver Não Dói

Eu amo Drummond e quem me conhece sabe o quanto eu o amo, hoje assim que acordei peguei o meu livro de Redes e lá dentro tinha um poema do Drummond escrito a mão por um amigo a muito tempo. Lembro que ele me deu esse poema porque sabia que eu amava Drummond e em agradecimento a uma ajuda que dei a ele. No rodapé tinha uma mensagem: "Eu aprendi a não sofrer com esse poema, as vezes dói e eu choro, mas logo passa porque 'o sofrimento é opcional' - Obrigado pela força, espero que goste de coração". Esse sempre foi um dos poemas que mais gostei do Drummond, mas de alguma forma eu o esqueci naquele livro. Então hoje vou posta-lo, porque eu quero compartilhar e pronto... rs
E porque sinceramente? To cansada das pessoas que vivem no lamento, fazendo como diz o poema: desperdiçando a vida... 

Viver não Dói

Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas
e não se cumpriram.

Porque sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer,
apenas agradecer por termos conhecido
uma pessoa tão bacana,
que gerou em nós um sentimento intenso
e que nos fez companhia por um tempo razoável,
um tempo feliz.

Sofremos porque?
Porque automaticamente esquecemos
o que foi desfrutado e passamos a sofrer
pelas nossas projecções irrealizadas,
por todas as cidades que gostaríamos 
de ter conhecido ao lado do nosso amor
e não conhecemos,
por todos os filhos que
gostaríamos de ter tido junto e não tivemos,
por todos os shows e livros e silêncios 
que gostaríamos de ter compartilhado,
e não compartilhamos.

Por todos os beijos cancelados,
pela eternidade.
Sofremos não porque
nosso trabalho é desgastante e paga pouco,
mas por todas as horas livres 
que deixamos de ter para ir ao cinema,
para conversar com um amigo,
para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe 
é impaciente connosco,
mas por todos os momentos em que
poderíamos estar confidenciando a ela
nossas mais profundas angústias 
se ela estivesse interessada
em nos compreender.

Sofremos não porque nosso time perdeu,
mas pela euforia sufocada.
Sofremos não porque envelhecemos,
mas porque o futuro está sendo 
confiscado de nós,
impedindo assim que mil aventuras 
nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e 
nunca chegamos a experimentar.
Como aliviar a dor do que não foi vivido?
A resposta é simples como um verso:
Se iludindo menos e vivendo mais!!!
A cada dia que vivo,
mais me convenço de que
o desperdício da vida
está no amor que não damos,
nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca,
e que, esquivando-nos do sofrimento,
perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional.

(Carlos Drummond de Andrade)

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Acima de Tudo!

Peço milhões de desculpas pelo meu desaparecimento... Sim estou pedindo desculpas para os meus 6 ou 7 leitores fiéis! :p
Só que eu tenho escrito no meu caderninho e de verdade? Não tava muito afim de escrever aqui não... Tudo que ta lá, vai ficar lá guardado e se um dia eu quiser voltar a mostrar, eu mostro. Mas hoje vou escrever algo  aqui... Vamos ver o que vai sair?
Então lá vai...


Acima de Tudo

... e de repente é assim:

Um querer do outro fora de controle
Aquele querer feliz
Te quero
sorrindo acima de tudo!
É assim, o querer feliz o outro
Me fazer feliz assim...

Uma cruz mais pesada,
daquela que as costas quase
não suporta mais,
é um carregar junto
é um apoiar e cantar
é um fazer sorrir acima de tudo!

Não ajudar por pena
por dó, piedade
não é por nada
além do que sinto
é fazer por amor puro
de graça, porque
na graça do outro
a felicidade abraça!

é... isso que o amor faz...