segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Se eu roubei teu coração...

Hoje vou falar um pouco de uma música que um amigo cantou comigo uma vez. Desde criança amava essa música, era sei lá!! Era linda, gostava de cantar essa música, eu amo essa música.
Na verdade essa música nem chega a ser beeeeemmm uma música, é mais uma cantiga, dessas que a gente aprende na escola, todo mundo já ouviu, todo mundo já cantou. Mas acredito que ela não tenha lá muita importância pra todo mundo, mas pra mim sim... Eu cresci com essa música... É o mais bonito conto de fadas, ou melhor de anjo, canto sempre pois me lembra do amor que eu sinto por tanta gente, e o amor em todas as formas, pois todos nós roubamos corações, é normal né???
Mas oh! Não to falando só de namoro, na verdade pouco encacho essa música nesse tipo de relacionamento, acho que é mais levado pro lado platônico, essas pessoas que a gente ama só por amar, amigos, irmãos, primos, todo amor é meio platônico né??? Poucas pessoas dizem que amam, pelo menos é assim que vejo, o lado amoroso do mundo de hoje, as pessoas amam e fingem que não. Afinal o que é isso além de amor platônico???
Agora que estou indo dormir, vou dormir pensando nessa música, e deixo aqui pra quem quer aprender.... Um beijo
Se essa rua
Se essa rua fosse minha
Eu mandava
Eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas
Com pedrinhas de brilhante
Só pra ver
Só pra ver meu bem passar
Nessa rua
Nessa rua tem um bosque
Que se chama
Que se chama solidão
Dentro dele
Dentro dele mora um anjo
Que roubou
Que roubou meu coração
Se eu roubei
Se eu roubei teu coração
Tu roubaste
Tu roubaste o meu também
Se eu roubei
Se eu roubei teu coração
Foi porque
Só porque te quero bem.




domingo, 12 de agosto de 2007

Vamos Fazer Um Filme???

Achei um 3x4 teu e não quis acreditar
Que tinha sido há tanto tempo atrás
Um bom exemplo de bondade e respeito
Do que o verdadeiro amor é capaz
A minha escola não tem personagem
A minha escola tem gente de verdade
Alguém falou do fim-do-mundo,
O fim-do-mundo já passou
Vamos começar de novo:
Um por todos, todos por um
O sistema é mau, mas minha turma é legal
Viver é foda , morrer é difícil
Te ver é uma necessidade
Vamos fazer um filme
E hoje em dia, como é que se diz: "Eu te amo."?
Sem essa de que: "Estou sozinho."
Somos muito mais que isso
Somos pinguim, somos golfinho
Homem, sereia e beija-flor
Leão, leoa e leão-marinho
Eu preciso e quero ter carinho, liberdade e respeito
Chega de opressão:Quero viver a minha vida em paz
Quero um milhão de amigos
Quero irmãos e irmãs
Deve de ser cisma minha
Mas a única maneira ainda
De imaginar a minha vida
É vê-la como um musical dos anos trinta
E no meio de uma depressão
Te ver e ter beleza e fantasia
E hoje em dia, como é que se diz: "Eu te amo."?
Vamos Fazer um filme
Eu te amo
Eu te amo
Eu te amo

(Renato Russo)

Ps: Tenho muitos amigos, muitas pessoas passaram pela minha vida, mas vocês são os mais importantes. Sinto falta de ir pra casa cantando, e acredite um dia nós vamos fazer um filme, contando como a amizade supera tudo!!!!! Yasmin e Eutiquio amo muito vocês!!!!!!!!

segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Amigos de Infância

Quando se é criança as coisas são tão diferentes né????
Queria eu saber de tudo o que eu sabia antes... meu amor era diferente, pensava diferente, via tudo diferente... Lembro da minha infância do meu jeito, em BH meus amigos eram meus primos, Lívia e Lívia, uma da parte da mãe, outra do pai, uma mais nova que eu e a outra mais velha.... Eram as minhas grandes amiguinhas... Tinha os meus primos, o Rafael e o Mateus os dois mais velhos que eu, todos da parte da mãe.... Eram meus grandes amiguinhos, ou pelo menos acho que eram.
Quando me mudei de BH, fui pra uma cidade la no fim de Minas, lá no Norte quase divisa com a Bahia, era tão diferente!!!!As pessoas eram diferentes, a vida era mais sofrida.
Lembro que no primeiro dia tinha medo de sair de casa, enquanto tinha um monte de criança brincando sozinhas na rua, em BH eu não tinha essa liberdade de ir pra rua e brincar de pique- pega. Eu olhava e ficava com medo de ir pra lá.... Meus irmãos logo se inturmaram, Mario conheceu George que passou a ser seu melhor amigo, Kadú era tão pequeno que os amigos não importavam muito, já eu conheci uma menina, Tutu. Ela foi minha grande amiga durante muito tempo, porém eu ainda não tinha ido a escola e não conhecia ninguém,mas logo no primeiro dia conheci grandes amigos que graças a Deus carrego comigo até hoje.
Meu primeiro dia na escola foi a coisa mais estranha da minha vida. A sala era dividida em mesas de quatro lugares e foi eu chegar que todo mundo queria que eu sentasse com eles, cada um chamando para um lado, então eu fui parar em uma mesa com um monte de estranhos que me perguntavam um monte de coisas. Foi então que vi na mesa ao lado o garotinho que seria o meu primeiro amor e meu maior inimigo....
Ele era muito, mas muito levado e a gente não se deu bem de cara, ou se deu bem, depende do ponto de vista. Tenho várias histórias engraçadas sobre ele, e como eu fui cruel muitas vezes!!! Bem, desculpa Emiliano.....
O carinho que eu não tinha com ele, eu tinha com a irmã dele, ela se tornou muito minha amiga, me lembro das nossas brincadeiras, nós nos divertiamos, tenho historias legais com ela tb, mas no caso dela eu não me lembro de ter sido cruel...
Esses são meus amigos do tempo de Mato Verde, claro que tive muitos outros, mas nenhum tão importante como eles, a gente apesar das brigas se gostava muito, quando fui embora foram deles que mais senti falta e sinto até hoje, eles que busco reencontrar um dia, alguns mais que os outros....
Quando fui embora de Mato Verde, fiquei isolada, morava em uma fazenda longe de tudo, sempre gostei de lá, mas sentia falta de gente pra conversar... então aprendi a ser só!!! Aprendi a gostar de ficar em casa, de não me lamentar, de conversar comigo mesma, eu era ninguém no meio do nada... Tive alguns amigos, conhecidos da escola, Cláudia e Antônio eram os mais importantes, mas tive também uma amiga mais que especial, Soraya, filha de um casal que foi a minha segunda familia, na época ela foi como minha irmã... sinto falta dela!!!!!
então meu pai morreu e me mudei de mala e cuia de lá, e nunca mais eu vi a Sô, ou a Tutu, Glenda e Emiliano, Cláudia ou Antônio, ficaram trancafiados no meu coração por anos....
Vim pra cá, Rio das Ostras, conheci pessoas lindas, algumas importantissimas, outras nem um pouco, mas essa história fica pra outra hora, porque já tão me enchendo pra termnar isso....
Oque interessa é que todos os meus amigos vão ser lembrados por mim... Hoje, amanhã, sempre... Prometo que vou falar de todos vocês!!!!

domingo, 29 de julho de 2007

Nosso Primeiro Apartamento

Quando minha avó morreu fomos embora da casa dela e nos mudamos para um apartamento na Serra que de apertado só tinha o nome. Tinha uma sala enorme, com um bar, a cozinha era pequena e os quartos também grandes, pelo menos é assim que me lembro... Não lembro muito do tempo que morei la, mas me lembro de uma lagartixa.
Mario meu irmão mais velho, era uma criança que não parava um minuto, um dia lembro de estar descendo as escadas do prédio quando vi meu irmão tentando matar uma lagartixa, mas como todo mundo sabe, lagartixa não morre, ou pelo menos demora a morrer. O fato é que ele cortou a lagartixa em varios pedaços, mas ela simplesmente não morreu.Depois disso é lógico que passei a ter horror a lagartixa.
Eu naquele tempo não tinha idéia de nada, era praticamente um bebê, pelo menos assim me concideravam, era sapeca, e louca pra ter um urso de pelucia, e foi nessa época que eu ganhei o primeiro, ou pelo menos o primeiro que me lembro. O que interessa é que foi naquela época que uma grande paixão tomou conta da minha vida: Bichos de Pelucia.
Me lembro também da escola, dizem que com a escola vem as pequenas paixões, mas a verdade é que eu tinha pavor dos meninos da minha turma, e bem, meu professor era professora, logo meu primeiro amor não veio com o maternal, nem com os primeiros períodos...
Minha primeira escola pertencia a minha Tia Coli, eu era grudada nela, amava escola, mas não era muito fã dos meus coleguinhas, claro que temos que levar em conta que entrei na escola muito pequena e por isso não e lembro muito deles.
Bem a verdade é que a minha vida me fascina, afinal tudo é lembrança, é o meu ponto de vista a respeito do que lembro da época, e é claro que lembro pouco. Sei que desde que nasci meu pai era tudo pra mim, e nessa época eu aprendi a amar bichos de pelucia, e que pouco depois aprendi a amar bonecas de pano. Gostava de terra, de ganorra e de balanço... Foi nessa época que uma pessoa que é mais que minha prima, é minha irmã, nasceu. A Lívia, filha da minha Tia Zuina que eu amo muitooooooo e que com certeza vai ler esse post e vê que a minha vida ganhou além dela, o meu irmão caçula, o Ricardo, bem mais conhecido como Kadú, que vieram como dois grandes presentes de quando tinha dois anos de idade, sei que logo que o Kadu nasceu nos mudamos pro apartamento, então as datas ficam um pouquinho confusas, mas tudo pra mim é como se fosse na mesma época, porque não me lembro do nascimento deles, mas sei que foi muito bom eles terem nascido.
O próximo episódio da minha vida não sei qual vai ser... mas espero que seja divertido!!!!

quinta-feira, 19 de julho de 2007

Um Belo Dia...

Toda historia começa com "Um Belo Dia..." ou então "Era uma vez...", mas no meu caso a historia começa das duas formas....
Era uma vez um belo dia do mês de Junho... Ah!! vê se vou contar assim ???
Eu nasci no dia 25 de Junho de 1987, exatamente 12:05, era uma quinta- feira como hj... Minha mãe estava sem esperanças de que eu estivesse viva (pois os médicos ñ ouviam o meu batimento) e já se arrumava para voltar para casa quando o Dr. Zé Pedro resolveu que eu estava viva e me pariu... legal essa palavra 'pariu", hauhauahuahau... Bem o que interessa é que essa é a minha origem. Meu nome foi escolhido sei la por quem, afinal todos os membros da família que vieram antes de mim acham que o escolheram, mas a única certeza é que foi dado em homenagem a mãe do médico que me trouxe ao mundo (ainda acho melhor 'pariu').
Nasci em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. Amo muito aquela cidade, mas desde novinha ñ moro mais lá... BH pra mim é como o cantinho que a gente guarda os melhores brinquedos quando somos crianças, sempre que vc quer se divertir corre pra la... BH é isso, meu quarto de brincar, que quando chega a adolescência vc vai e pega o brinquedo que a poucos anos era tudo pra vc, e mata a saudade brincando de novo.
Morei em uma casa enorme logo depois que nasci que pouco me lembro, a ñ ser pela escada, a varanda e a copa, lembro tb da biblioteca que que naquela época parecia enorme... A casa pertencia a minha avó, Lúcia Monteiro Casasanta, ñ me lembro dela, então de que adinata lembrar da casa???
Minha mãe dizia que ela era maravilhosa e que me adorava, dizia que quando eu nasci ela me colocava deitada no colo dele e ela ria.... Afinal era minha avó ????
Mas ela morreu logo, e a gente se mudou de mala e cuia e vendeu a casa que hj da lugar a edificio gigante na famosa Avenida do Contorno, chamado Edifico Asteca, da pra imaginar???
Tenho uma tia que adoro que mora bem pertinho descendo um pouquinho a rua, ela é muito fofa irmã da minha mãe, a Tia Ana!!! e o tio Mauro que é casado com ela a sei la quanto tempo...
A verdade é que quando eu penso nessas coisas hj eu com 20 anos, nossa... Quanta coisa eu vivi?!?! Quanto ainda tenho pra viver??? Estranho né??? Vc se colocar no passado e vê sua vida acontecer vai te fazer bem, mas vai fazer vc chorar em muitos momentos, momentos que vc chorou antes... Vc vai sever sozinho, vai ser ver apaixonado, vai se ver conversando com o diário, conversando com vc mesma, vai se ver rezando pelo papai e mamãe que ta doente, vai amar ir pra escola, as vezes odiar tb... vai viver de novo o primeiro amor, o primeiro beijo, a primeira briga... vai aprender com os mesmos erros, aprender a ler, aprender a ser diferente e escolher ser exatamente igual ao que vc é...
Por hj fico por aqui... acho que escrevi demais né??? Obrigada por me ver como me vejo....

quarta-feira, 18 de julho de 2007

O Fantastico Mundo de Sarah!!!!

Bem esse é o meu primeiro post.... e bem no meu lugar eu fico a conversar e confessar a vida... espero sempre esta postando um pouquinho aqui, falar um pouquinho dos meus amigos, minha familia, meu namorado, minhas preocupações, faculdade, minha busca por conhecimento, etc...
Fiz o em meu lugar pensando nisso... pensando em como seria o mundo se só existisse o meu lugar...
Sabe aquela sensação que todo mundo sente pelo menos uma vez na vida que ninguem te entende, que ninguem se preocupa, que ninguem liga pra vc??? pois é, eu como boa humana que sou sinto isso as vezes, então ñ se preocupem quando eu estiver reclamando ok??? sou boba mesmo!!!
Bem eu sou bem comunicativa e gosto de contar historias e estorias... escrevo (confesso que mal), sou flautista (tb mal), desenho MUITO MAL e gostaria muito de aprender a fazer isso direito, de um jeito bunitinho... ah!!! importante ñ liguem pros meus erros de ortografia, detesto português, e apesar de ler muito sou ruim mesmo... vou escrever um pouquinho da minha vida nos outros posts, e assim espero que todos os meus amigos distantes, ou que fiquei muito tempo sem ver... minhas tias que acham que me conhecem super bem, meus amigos e colegas que passam e só dizem 'oi', minha mãe, meu padrasto, meus dois irmãos, saibam um pouquinho mais de mim e possam dizer que me conhecem....
Pra quem ñ tem idéia de quem é essa louca que começou a fazer um diário louco na net, estou aberta a novas amizades, e demonstro ai que minha vida é um livro aberto.....
Bem antes de terminar ponho aqui 3 paixões: a música, a literatura e a infomática.... (acho que vou juntar tudo isso na monografia, hauhauahuah)
Fico feliz que estejam aqui e tenha uma boa aventura no fantastico mundo de sarah!!!!!!!!!!!!!!!